- Publicidade -

Centro Hospitalar do Médio Tejo ativa nova fase do Plano de Contingência e são esperadas mais 31 camas

0 13

- Publicidade -

Centro Hospitalar ativa nova fase do Plano de Contingência da Covid-19.

O Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) ativou esta semana uma nova fase do Plano de Contingência da pandemia Covid-19, com transferência de serviços e instalação de mais 26 camas em enfermaria e cinco em cuidados intensivos.

Em comunicado, o CHMT, que agrega as unidades hospitalares de Abrantes, Tomar e Torres Novas, dá conta que, “na sequência da evolução da pandemia, afetou mais uma enfermaria de 26 camas à respetiva capacidade de internamento para doentes Covid-19, totalizando 130 camas, neste momento”, e aumentou, ainda, “mais cinco camas de cuidados intensivos, totalizando agora 16 camas em Medicina Intensiva” para doentes covid-19.

Devido ao número de camas, tornou-se inevitável a transferência do Serviço de Ortopedia para a Unidade Hospitalar de Tomar, a exemplo do que aconteceu na primeira fase da pandemia”, transferência que ocorreu no fim de semana, a par da transferência de alguns profissionais de saúde e cancelamento da atividade cirúrgica não urgente.

Constituído pelas unidades hospitalares de Abrantes, Tomar e Torres Novas, separadas geograficamente entre si por cerca de 30 quilómetros, o CHMT funciona em regime de complementaridade de valências, abrangendo uma população na ordem dos 260 mil habitantes de 11 concelhos do Médio Tejo, no distrito de Santarém, Vila de Rei, Castelo Branco, e ainda dos municípios de Gavião e Ponte de Sor, ambos de Portalegre.

Com Agência Lusa

- Publicidade -

- Publicidade -

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.