Manifestação pela liberdade | Medicamentos eficazes contra o vírus que não estão a ser divulgados

Movimento realiza-se no próximo dia 20.

0 316

- Publicidade -

O mundo enfrenta há mais de um ano, uma Pandemia sem precedentes nos tempos mais recentes, com consequências muito graves na saúde pública. Estes efeitos fazem-se sentir de modo mais acentuado nuns países do que noutros, mas o mais significativo é que o número de mortos oficialmente conhecidos aproxima-se dos 6 milhões, em todo o mundo. Têm sido meses de verdadeiro pânico e sofrimento, sobrecarregando até à rutura, em alguns países, os serviços de saúde. O número de internamentos em enfermaria e nos cuidados intensivos atingem, em alguns momentos,  picos a que os profissionais de saúde e os equipamentos não conseguem dar resposta.

Perante esta realidade, aumentam as esperanças de muitos com a chegada das vacinas já aprovadas pelos reguladores, no entanto, fica sempre a questão – será que ainda não foi possível descobrir a medicação que cure a doença? Durante todos estes meses passados fomos bombardeados constantemente com notícias relativas ao evoluir da Pandemia, as suas consequências, mas também os progressos da medicina ao nível das vacinas. Muitas vezes contraditórias, as informações tanto garantiam a eficácia das diferentes vacinas, como questionavam algumas vindas de outros quadrantes do planeta. Ao que parece nunca houve uma conjugação de trabalhos e partilha de informações entre cientistas, como agora. Mas será que só é possível revelar avanços na prevenção e quanto à cura???

Em alguns países foi afirmado que seria possível debelar a doença, através de alguns medicamentos, ouvimos mesmo que um ex-líder mundial teria sido curado com um tratamento experimental e promissor, como o próprio afirmou. A veracidade desta informação é questionável, o que é um facto é de que o mesmo (ex-líder) enfrentou e ultrapassou a doença. As dúvidas ficam no ar, pelo que seria fundamental que houvesse um relato permanente dos avanços que eventualmente estão a ser feitos ao nível da medicação que possibilite a cura. Para se evitar a especulação e o “alimentar” dos movimentos negacionistas, seria também muito importante que a transparência fosse uma realidade no que diz respeito à existência de uma medicação ou a proximidade da mesma.

As vacinas podem trazer a esperança a muitos, ficam sempre dúvidas quanto à eficácia das mesmas nas múltiplas variantes do vírus, por isso, seria uma enorme notícia para a Humanidade, a descoberta da cura, para algo que agora, possivelmente, apenas pode ser prevenido.

- Publicidade -

- Publicidade -

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.