Livros à venda nos supermercados e Youtube pode ser suspenso. As poucas alterações ao novo estado de emergência que entra hoje em vigor

O Governo instituiu igualmente limites ao ruído durante o dia para respeitar quem está em regime de teletrabalho

0 160

- Publicidade -

O estado de emergência que entra esta segunda-feira em vigor até dia 1 de março não apresenta diferenças significativas em comparação com o anterior.

O confinamento mantém-se, bem como o dever geral de recolher domiciliário. As fronteiras continuam também fechadas e sob controlo, à exceção do transporte internacional de mercadorias e dos trabalhadores fronteiriços. Eis as principais diferenças entre os dois estados de emergência:

  • Espanha e Portugal acordaram acrescentar dois pontos de passagem autorizada (PPA) à lista já em vigor, localizados em Melgaço e Montalegre, tendo ainda alguns postos sofrido ajustes de horários para servir os interesses de quem os utiliza.
  • Antes proibido pelo Governo, uma das maiores diferentes reside na permissão de venda de livros e materiais escolares nos supermercados. 
  • Outra mudança prende-se pela existência de limites ao ruído em certos horários, de modo a não perturbar quem se encontra em teletrabalho.
  • Os operadores de telecomunicações podem também limitar ou bloquear o acesso de serviços não-essenciais à banda larga de internet, como a Netflix ou o Youtube, em caso de necessidade, para proteger serviços críticos do Estado.

 

- Publicidade -

- Publicidade -

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.