“Estendo a homenagem a todos os profissionais de saúde”. Dr.ª Maria dos Anjos Esperança é a Personalidade do Ano e é homenageada no dia da cidade

Delegada da saúde será homenageada no dia da cidade de Tomar

0 197

- Publicidade -

Será no dia 1 de março, feriado municipal, que Dr.ª Maria dos Anjos Esperança será homenageada com a medalha municipal de mérito.

Maria dos Anjos Esperança é médica e coordenadora da unidade de saúde pública do ACES Médio Tejo. A profissional de saúde tem estado na linha da frente no combate à COVID-19, realizando um trabalho de relevo na região do Médio Tejo. A sua dedicação foi reconhecido recentemente pelo Rotary Club Tomar Cidade, sendo eleita a “Personalidade do Ano'”.

Em declarações à Tomar TV, garante que encara a homenagem que se realizará no dia da cidade “como uma homenagem aos profissionais de saúde. Ninguém trabalha sozinho, tenho uma grande equipa de profissionais. Fico sensibilizada pelo reconhecimento da minha pessoa, fiquei sensibilizada e contente, estendo a homenagem a todos os profissionais de saúde e até à própria autarquia porque também são um agente de saúde pública”.

Relativamente à forma como tem vivido estes momentos difíceis devido à COVID-19, Maria dos Anjos Esperança afirma que tem sido complicado, tanto a nível profissional como pessoal, com muitas preocupações não só relativamente à situação de Tomar, mas também da região do Médio Tejo em geral. Admite ainda que a nível profissional tem sido “muito exigente”. “São muitas horas de trabalho”, afirma, reconhecendo no entanto que tem “uma excelente equipa”.

Quanto à situação epidemiológica de Tomar, a Delegada de Saúde diz que se trata de uma “situação idêntica a outros locais e concelhos, com grande transmissão na comunidade”. No que diz respeito a lares, “não existem muitos surtos” e em empresas o concelho só teve um. “Existe essencialmente transmissão comunitária em Tomar”, resume.

Por último, questionada pela Tomar TV sobre quantos casos de COVID-19 espera haver em Tomar no dia 1 de março, em que será homenageada, Maria dos Anjos Esperança responde: “Para mim o ideal é não haver casos, eu acho que os números vão continuar a baixar, tenho esperança que sim, com as medidas e o comportamento das pessoas”.

 

- Publicidade -

- Publicidade -

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.