“Nunca tivemos tantos doentes internados”. O aviso alarmante do Presidente do Centro Hospitalar do Médio Tejo

0 13

- Publicidade -

Carlos Andrade Costa alerta para a situação pandémica e a pressão nos hospitais.

O Presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Médio Tejo, Carlos Andrade Costa, deixa um aviso alarmante à população. Neste momento, Portugal (e a região do Médio Tejo) está a viver “uma fase muito complicada da evolução da pandemia”. “A pandemia ainda vai dar muito trabalho, muitas dificuldades, muitos momento angustiantes”, alerta num vídeo posta no canal do Youtube.

O responsável pelo Centro Hospital retrata a situação a que os hospitais chegaram: “Os números não param de subir. Nunca tivemos tantos doentes internados, a capacidade da cuidados intensivos está esgotada”. Revelou ainda que foi aberta uma sexta enfermaria Covid, com capacidade de 145 camas, mas receita que não seja suficiente: “Podemos ter de abril uma sétima enfermaria”.

Além disso, a doença está a afetar cada vez mais faixas etárias: “Estão crianças internadas. E os cuidados intensivos estão com pessoas mais novas, como pessoas abaixo dos 20 e dos 40 anos”, afirma Carlos Andrade Costa.

Tendo em conta este cenário, o Presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Médio Tejo apela a que população cumpra o confinamento. “Cada um tem de ficar em sua casa, o mais recolhido possível” e não pode “visitar amigos e familiares”, exorta Carlos Andrade Costa.

“Não é a doença do avózinha, do avôzinho, temos de ser todos nós a combater a pandemia”, refere.

Carlos Andrade Costa apela ainda que a população não faça “nada” que a possa pôr em risco. “Não é uma boa altura para ir ao hospital”, tendo a população de estar “tranquila nos nossos domicílios”. Exorta ainda a uma condução cuidadosa.

- Publicidade -

- Publicidade -

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.