Médio Tejo transfere Cardiologia de Abrantes para Torres Novas e instala mais camas

Na sexta-feira, contabilizaram-se 151 pessoas internadas devido à Covid-19

0 14

- Publicidade -

O Centro Hospitalar do Médio Tejo vai iniciar uma nova fase do plano de contingência da pandemia de Covid-19, com a transferência do Serviço de Cardiologia de Abrantes para Torres Novas, e a instalação de mais 26 camas em enfermaria e quatro em cuidados intensivos.

Em comunicado, o centro hospitalar (CHMT), que agrega as unidades hospitalares de Abrantes, Tomar e Torres Novas, dá conta de que, na sequência da evolução da pandemia, vai proceder à abertura destas camas “nos próximos dias”, totalizando assim uma capacidade instalada de internamento de 184 camas em enfermaria e de 24 camas em Medicina Intensiva para covid-19, com mais quatro camas, neste caso, para doentes com outras patologias.

Na sexta-feira, contabilizaram-se 151 pessoas internadas devido à Covid-19, 16 das quais em cuidados intensivos.

Para concretizar esta nova fase de adaptação à evolução da pandemia por SARS-Cov-2, “o Serviço de Cardiologia, instalado na Unidade Hospitalar de Abrantes, será transferido provisoriamente para a Unidade Hospitalar de Torres Novas, onde esteve até há cerca de três anos”.

Com Agência Lusa

- Publicidade -

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.