Situação “complicada” nas escolas de Tomar. “Há um enorme número de alunos em casa”

0 11

- Publicidade -

As escolas continuarem abertas no novo confinamento nacional, mas o Governo avalia, neste momento, a continuidade do ensino presencial. Em Tomar, no Agrupamento de Escolas de Escolas dos Templários, a situação é “complicada”.

De acordo com o diretor do Agrupamento, Paulo Macedo, houve um agravamento da situação desde janeiro de 2021. Há “um enorme número de alunos em casa” — alguns que estão infetados e outros porque tem um dos membros do seu agregado familiar com a doença.

Para Paulo Macedo, apesar de as escolas permanecerem abertas, é como elas se “tivessem fechadas”. “Muitas turmas por falta de alunos estão completamente desfalcadas, uns alunos estão presencialmente, outros não”, explica. Também alertou para “falta de professores” existente, dado que muitos docentes contraem a doença.

Além disso, o diretor do agrupamento também referiu a falta de equipamentos de alguns alunos. Apesar de o ministério da Educação ter prometido, a escola só recebeu, até ao momento, “alguns equipamentos para o escalão A e B do Secundário”. Todos os alunos que não os possuam, frequentem um grau de ensino diferente e estejam em casa estão sem equipamento. 

    Portugal atingiu esta terça-feira 10.455 casos de Covid-19 e 218 mortes decorrentes da doença.

    - Publicidade -

    - Publicidade -

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado.