Ferreira do Zêzere. Bombeiros pedem demissão do comandante, Mário Ferreira diz que é vítima de perseguição

0
- Publicidade -
TomarTV

Esta semana veio a publico o pedido de afastamento do comandante Mário Ferreira da corporação dos Bombeiros de Ferreira do Zêzere.

Na comunicação enviada aos jornalistas o comandante é acusado de incompetência, falta de liderança, perseguições e mentiras, ameaçando mesmo entregar os capacetes caso não seja nomeado um novo comandante.

A Tomar TV contactou Mário Ferreira que diz estar tranquilo em relação às acusações, o atual comandante disse ainda que “é a primeira vez que tenho um processo ao longo de todos estes anos… nunca me apontaram o dedo em relação às minhas funções aqui nos Bombeiros”.

Mário Ferreira está no corpo de Bombeiros desde 2017 e foi no inicio de 2019 que passou a comandante.

- Publicidade -

Falámos ainda com alguns membros dos Bombeiros de Ferreira do Zêzere que asseguram que em nada esta situação irá afetar o normal funcionamento desta instituição, ainda para mais em pleno verão.

Transcrevemos o abaixo-assinado agora enviado às redações.

“Os abaixo assinados, tendo em conta a manifesta falta de confiança no Sr. Comandante do Corpo de Bombeiros Mário Ferreira por parte dos elementos do Corpo de Bombeiros, verificado que foi a incompetência por inacção do mesmo em Situação Pandémica e o incumprimento por parte do mesmo dos Protocolos em vigor emitidos pela DGS, INEM, ANEPC, Gabinete Municipal de Protecção Civil e da própria Associação, ouvido que foi o Corpo de Bombeiros em reunião com os Órgãos Sociais e o Comando, verificada que está a ausência de cadeia de comando, de falta de informação por parte do Sr. Comandante a este corpo, das perseguições a que somos sujeitos por parte do mesmo e da falta de envolvimento profissional com o mesmo (como ficou presente e bem nas reunião que o mesmo teve com os Chefes de Serviço), atenta a retirada (por édito) de Confiança ao Sr. Comandante por parte do Órgão Directivo da AHBVFZ, vem pela presente requerer a este órgão a imediata demissão do Sr. Comandante Mário Ferreira, por manifesta falta de formação e competência do mesmo, colocando em causa a operacionalidade deste corpo de bombeiros, sobretudo na fase critica que se aproxima. Evidentes que são as mais variadas ilegalidades e omissões no desempenho da sua função, e não tendo o Sr. Comandante a confiança que do Órgão Directivo, quer deste Corpo, informamos que, à falta de demissão do mesmo, não teremos outra hipótese que a entrega imediata dos capacetes pela nossa parte.”

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here