Coronavírus. Costa e Marcelo: Maio será o mês para recomeçar!

0
- Publicidade -
TomarTV

“Maio será o mês para recomeçar de forma gradual a capacidade de viver em maior normalidade” mas, para já, “é fundamental dar confiança aos portugueses para saírem de casa”, pelo que se procederá à massificação da oferta de máscaras e gel de proteção, disse António Costa no Parlamento. O governo prepara também normas para a higienização dos espaços públicos que poderão reabrir – também deverão abrir os serviços do Estado que servem a população.

Ou, por outras palavras, há agora um novo desafio: “Conter a pandemia com maior grau de liberdade de circulação” e “aprender a viver com o vírus”, porque só dentro de um ano ou ano e meio é que poderá haver uma vacina.

“Prevê-se agora a possibilidade de futura reativação gradual, faseada, alternada e diferenciada de serviços, empresas e estabelecimentos.”

- Publicidade -

António Costa detalhou no Parlamento o que desde quarta-feira já se prenunciava. Ontem de manhã foi revelado o decreto com que o PR renovou o estado de emergência e a ideia de abertura lá vinha.

No preâmbulo do decreto, o Presidente escreveu que, “em função da evolução dos dados e considerada a experiência noutros países europeus, prevê-se agora a possibilidade de futura reativação gradual, faseada, alternada e diferenciada de serviços, empresas e estabelecimentos, com eventuais aberturas com horários de funcionamento adaptados, por setores de atividade, por dimensão da empresa em termos de emprego, da área do estabelecimento comercial ou da sua localização geográfica, com a adequada monitorização”.

 

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here