Coronavírus. Entrega de IRS começou esta quarta-feira

0
- Publicidade -
TomarTV

A Autoridade Tributária (AT) começa esta quarta-feira a receber as declarações anuais de IRS dos portugueses. Para muitas famílias, a braços com reduções salariais e despedimentos, impostos pelo atual contexto económico das empresas, o reembolso de IRS pode ser o balão de oxigénio que faltava para fazer face ao momento atual. Esta terça-feira, em entrevista à TSF, o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, garantiu que ao longo dos próximos meses o Estado vai devolver às famílias cerca de três mil milhões de euros, 1,5% do PIB. Mas o Governo não se compromete com o prazo de reembolso de 11 dias praticado no ano passado.

A partir desta quarta-feira e até 30 de junho, as famílias portuguesas deverão acertar as suas contas com as finanças. Mas também aqui a covid-19 impõe alguns constrangimentos. Nos últimos anos, a AT tem progressivamente imposto limites à entrega das declarações presencialmente nas repartições de finanças, canalizando o processo para a sua plataforma digital. Este ano, terá mesmo de ser assim, o que coloca complicações acrescidas a quem não têm acesso à internet.

Deve entregar o IRS nos primeiros dias para receber reembolso rapidamente (caso tenha direito)? Não. Todos os anos os contabilistas aconselham os contribuites a que esperem alguns dias antes de submeter as suas decraçaões, de modo a que a AT possa corrigir eventuais falhas que venham a ser identificadas no sistema informatico. Este ano não é exceção.

- Publicidade -

DATAS QUE DEVE RETER

30 de junho
Termina o período de entrega. Para quem está abrangido por IRS automático e, caso não tenha apresentado qualquer declaração, vigorará essa declaração. A quem deixe passar o prazo poderá ser aplicada uma coima. No ano passado, a emissão de reembolsos aconteceu, em média, 11 dias depois da submissão das declarações.

31 de julho
É o prazo da AT para enviar aos contribuintes que entregaram as declarações dentro do prazo as notas de liquidação e é também o último dia que o Estado tem para pagar o reembolso aos contribuintes que a ele têm direito.

31 de agosto
É o último dia que os contribuintes que tenham de reembolsar o Estado têm para o fazer.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here