Supermercado de Tomar há 80 anos que ajuda pessoas em tempos de crise

Entrevista com o dono do supermercado Frouco.

1 3.244

- Publicidade -

A Tomar TV esteve à conversa com o dono do supermercado Frouco, estabelecimento comercial situado na Linhaceira, em Tomar, que se dedica, desde sempre, a ajudar pessoas em situações de maior fragilidade, como a que estamos a viver atualmente.

O dono do supermercado começou por nos contar que este tipo de apoio social é uma coisa que já fazem há algum tempo: “Sim, sempre que somos solicitados e quando as circunstâncias muitas vezes o exigem, sempre que haja catástrofes ou outros problemas. Quando foi a pandemia, na primeira vaga, penso que o nosso trabalho foi extremamente positivo, porque conseguimos atender muita gente, conseguimos prestar um apoio social de entregas ao domicílio. Mais tarde na segunda e terceira vaga em que houve mais casos de pessoas infetadas, ligavam-me e eu ia levar a mercadoria a casa, o pagamento era feito depois, quando a pessoa já estava recuperada. Ao longo dos anos sempre que as circunstâncias se verificavam nós prestámos sempre esse apoio. Este é um estabelecimento já com uma certa idade, mais do que o que é normal nas empresas, portanto a casa já está a laborar há 82 anos, primeiro com os meus pais e agora com a segunda geração comigo, que está quase a terminar, não sei se irá haver a terceira geração.”

Desde o início deste negócio familiar, já lá vão 80 anos, que muita gente tem sido ajudada “Sempre que somos solicitados e que a nossa disponibilidade possa, nós fazemos. No caso da primeira vaga foi extremamente complicado, em que era muito difícil o atendimento e mesmo assim conseguimos arranjar às vezes um bocadinho de espaço para levar às pessoas, que pela sua idade e condição de risco não se podiam deslocar aos estabelecimentos comerciais para fazerem as compras.”

Parece que já está no sangue ajudar em tempos de crise: “Não fazemos mais do que a nossa obrigação porque a sobrevivência deste estabelecimento deve-se única e exclusivamente aos nossos fregueses, é para eles que nós trabalhamos, e por eles que nós nos mantemos vivos. Começou por ser apenas uma empresa familiar, mais tarde entraram outros colaboradores, e mais tarde se continuar se calhar teremos que subir para outro patamar de evolução com outro tipo de gerência com pessoas assalariadas.”, termina.

- Publicidade -

- Publicidade -

1 Comentário
  1. Joana disse

    Para quem não souber onde fica, é na Linhaceira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.