Ricardo Carriço grava filme em Tomar

Conhecido ator participa no novo filme "O Legado".

0 1.314

- Publicidade -

O conhecido ator, Ricardo Carriço esteve em Tomar para a rodagem do seu mais recente filme “O Legado”. Produzida pela “Finalmente Azul” esta longa metragem conta ainda com alguns nomes conhecidos como Rita Frazão na direção de atores ou Sérgio Santos (coordenador dos efeitos especiais da Casa de papel) na direção de efeitos especiais.

A ação, que ocorre entre a região centro do país e a região autónoma dos Açores, realça o culto do Espírito Santo bem presente nestas duas zonas de Portugal e conta a história de Mariana, uma criança órfã, que irá descobrir uma misteriosa ligação aos Templários e a Tomar, num thriller de mistérios, aventura e com muitas surpresas.

O filme, que tem como cenários vários lugares icónicos da região, passa por monumentos como o Aqueduto dos Pegões, a Praça da República ou a Torre de Dornes (Ferreira do Zêzere) e estabelecimentos como o restaurante Bela Vista, o Hotel dos Templários ou a Taverna da Talha.

Ricardo Carriço falou ao Templário sobre o que este filme significa a nível pessoal:

É muito sobre a história em si, aquilo que ela envolve e que a mim me fascina. Não há dúvida que este lado de Portugal das descobertas e este lado um bocadinho exotérico que esta história tem, a mim me fascina

Realçou ainda a importância deste tipo de produções para a divulgação da nossa história.

E acima de tudo começarmos a ter respeito pelo nosso passado e pela nossa história e acho que quando temos projetos como este enaltecemos todo esse património. É uma forma também de o divulgarmos, de dizermos que ele existe e que Portugal se calhar é mesmo o Porto do Gral, não sei… (risos)

Diretor de efeitos especiais da Casa de Papel esteve em Tomar nas gravações

A direção de efeitos especiais está a cargo de Sérgio Santos, o português que dirige o mesmo departamento na série mais vista de sempre: La Casa de Papel, um dos maiores sucessos da Netflix.

Para Sérgio “gravar em lugares reais tem a sua beleza e o seu encanto, mas também é uma dificuldade porque não estamos num estúdio onde tudo é controlado”.

Nos bastidores do filme esteve ainda Barry Chagttinton, realizador britânico dos videoclips de Beatles, Pink Floyd e da última série gravada com Grace Kelly.

A produção executiva está a cargo de Ricardo Cristóvão, sócio do Hotel dos Templários e conhecido apaixonado por Tomar.

Ricardo Cristóvão: “É algo novo no cinema português, com uma grande equipa, com uma grande história (…) Uma história que fala do início de Portugal, do grande mistério que são os Templários.”

“Queremos continuar a filmar em Tomar, tem imenso potencial” – Francisco Seabra

Ao Templário, Francisco Seabra, um dos produtores do filme, revela-nos mais detalhes sobre esta ficção.

“O Legado conta a história de uma criança, a Mariana e do impacto que os Templários vão ter na vida desta jovem.”

Porquê gravar em Tomar?

“Tomar é sem dúvida uma região com imenso potencial para a sétima arte. O nosso objetivo será manter a cidade Templária como cenário principal desta e de outras produções.”

Como foram recebidos na cidade?

“Os Tomarenses sabem receber bem, seja pela forma como nos tratam, seja pela gastronomia deliciosa (risos). Há ainda que agradecer ao Município de Tomar nas pessoas da Sra. Presidente Anabela Freitas e da Vereadora da Cultura Filipa Fernandes que desde a primeira hora nos apoiaram com toda a logística.”

A realização está a cargo de Tomás Duran, que teve de conciliar a rodagem do filme com a co-realização do programa Big Brother, na TVI.

“Foi sem dúvida um desafio, mas também um privilégio voltar à terra da minha avó paterna e a cidade onde cresci. Tomar tem uma energia especial que nos une sempre em nome das boas produções”

O realizador Tomás Duran fala ainda sobre a importância de juntar os tomarenses a esta produção.

“É incrível chegarmos a um set de gravação e vermos pessoas de tantos sítios diferentes e com backgrounds tão variados a trabalhar juntas. Tivemos a sorte de contar com a participação de vários tomarenses, seja na figuração como em papéis especiais o que é também para mim um motivo de orgulho… Os Tomarenses têm esta qualidade incrível de se juntarem e fazer o impossível acontecer, vemos isso de quatro em quatro anos com a Festa dos Tabuleiros. Somos capazes de tudo quando está em causa o amor por Tomar.”

A produção ainda não tem data de estreia marcada, mas o lançamento está previsto para este ano.

 

- Publicidade -

- Publicidade -

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.