Em 2016, o INEM respondeu a 156 chamadas de emergência por hora

0
- Publicidade -
TomarTV

Foram atendidas mais de 1.3 milhões de chamadas, mais 67 mil que em 2015.

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) atendeu — através das centrais de Emergência da PSP, GNR e CODU (Centros de Orientação de Doentes Urgentes) — a mais de 1.3 milhões de chamadas telefónicas no ano de 2016.

Estes números representam uma média de 156 chamadas por hora e um aumento de 67 mil relativamente ao ano anterior.

Segundo comunicado do INEM, os números correspondem a pedidos de socorro efetuados para situações de assistência a vítimas de acidente ou doença súbita. Para cada uma destas situações, os CODU prestam o aconselhamento necessário ou enviam os meios de emergência que sejam mais adequados à situação clínica da vítima.

- Publicidade -

O atendimento destas chamadas deu origem à ativação de mais de 1.2 milhões de meios de emergência (Ambulâncias, motas de emergência, viaturas médicas de emergência e reanimação e helicópteros.

O INEM relembra que os meios de emergência médica pré-hospitalar devem ser apenas utilizados em situações de emergência. No caso de não ser necessário enviar um meio de emergência, as chamadas serão encaminhadas para a Linha de Saúde 24 (808 24 24 24) que procederá ao aconselhamento adequado à situação.

Imagem: inem.pt

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here