Farmácia Nova vítima de desfalque superior a 3 milhões de euros

0
- Publicidade -
TomarTV

Prejuízos resultam de um esquema de Nuno Alcântara Guerreiro, o “Rei das Farmácias”.

A Farmácia Nova de Tomar, situada junto ao supermercado Lidl, foi uma das mais de 20 farmácias envolvidas num alegado esquema de fraude levado a cabo pelo homem que ficou conhecido por “Rei das Farmácias”.

De acordo com uma notícia avançada pelo jornal Correio da Manhã, Nuno Alcântara Guerreiro terá adquirido e, posteriormente, levado à falência mais de 20 estabelecimentos farmacêuticos, resultando num buraco financeiro global superior a 63 milhões de euros.

No caso específico da Farmácia Nova de Tomar, tudo terá começado quando os proprietários do estabelecimento assinaram um contrato de cessão de exploração a uma empresa com ligações a Guerreiro. Esse contrato deveria ter perdurado por três anos, mas acabou por durar pouco mais de ano e meio devido a várias irregularidades que se suspeita terem sido cometidas por Guerreiro.

- Publicidade -

Ainda assim, apesar do fim do contrato, a alegada gestão danosa levada a cabo pela empresa terá resultado num buraco financeiro de 3,9 milhões de euros, segundo informação avançada pelo jornal local O Templário. O caso pesou sobre os proprietários, apanhados de surpresa, que se viram obrigados a executar uma reestruturação do estabelecimento, devido aos avultados prejuízos.

Com essa reestruturação e uma nova gerência, foi possível recuperar uma das farmácias que é tida como umas das mais bem sucedidas do concelho.

Atualizado com mais informação.

Fotografia: Facebook da Farmácia Nova de Tomar

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here