Morte nos Comandos. Sete militares detidos interrogados em Tomar

1
- Publicidade -
TomarTV

Cinco oficiais e dois sargentos interrogados como arguidos no Estabelecimento Prisional de Tomar.

A notícia está a ser avançada pela SIC Notícias. Cinco oficiais e dois sargentos foram detidos esta manhã no âmbito da polémica em torno do curso de Comandos, onde morreram dois militares.

Um Tenente-Coronel, um capitão, três tenentes e dois sargentos estão detidos e já foram sujeitos a interrogatório como arguidos em Tomar, no Estabelecimento Prisional.

Em comunicado enviado à comunicação social, o Exército confirma que “a Polícia Judiciária Militar apresentou ao Comando do Exército mandados de detenção relativamente a sete militares, no âmbito do processo de inquérito instaurado pelo Ministério Público na sequência dos factos ocorridos durante o 127º Curso de Comandos”.

- Publicidade -

Os militares são suspeitos da prática de crimes de abuso de autoridade por ofensa à integridade física

A operação do DIAP (Departamento de Investigação e Ação Penal) em conjunto com a Polícia Judiciária Militar decorreu esta manhã.

Hugo Abreu e Dylan Silva, ambos com 20 anos, morreram na sequência do 127º curso de Comandos, depois de se sentirem mal nos treinos, quando as temperaturas em Alcochete ultrapassavam os 40 graus.

fotografia: exercito.pt

- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

  1. Estes cães de guerra, o modus vivendi, deles, é fazer a guerra e viver dela. E nisso esgotam as suas quantas vezes curtas , e impresatáveis vidas. Sei bem que na sociedade actual, com os abortos, que vemos na política, a governarem um mundo de loucos irresponsáveis, que na maioria são. temos necessidade, de alguem que defenda, a nossa integridade fisica. Mas será que na hora da verdade, eles defendem a nossa? Ou será que é a deles primeiro. Pobres de nós, se estivermos á espera disso. Ai de mim se não for eu. que me defenda., se tiver tempo e oportunidade disso. Muito se fala agora do “politicamente correcto”. Tornou-se moda, nas imprestáveis cabecinhas, dos que têem os destinos dos povos, nas mãos. Usa-se e abusa-se do “politicamente correcto”, para tudo serve, até para mascarar a hipócrisia destes dementes. Deveriam de utilizar, o “humanamente correcto”, e não só utilizar como incentivar, os outros a praticarem-no.
    NOVA ORDEM MUNDIAL, É PRECISA URGENTE.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here