Tomar. Congresso da Sopa levanta polémica na reunião de câmara

0
- Publicidade -
TomarTV

Em causa está uma acusação de Pedro Marques relativamente às contas do Congresso da Sopa.

O verniz estalou entre Anabela Freitas (PS) e Pedro Marques (IpT) na última reunião de Câmara, no passado dia 23 de maio.

Em causa esteve uma acusação do líder dos Independentes, que levantou dúvidas relativamente às contas da última edição do Congresso da Sopa de Tomar, alegando que após a compra do seu kit (Tigela, colher  e copo) por três euros, não lhe foi passado nenhum recibo e que “alguém lhe deu o troco [2 euros] do próprio bolso”.

Este facto gerou polémica entre os funcionários do evento, o que levou a autarca tomarense a emitir um comunicado, afirmando que Pedro Marques devia um pedido de desculpas aos trabalhadores pela sua atitude, considerando-a um desrespeito pelos voluntários deste evento.

- Publicidade -

Pedro Marques respondeu na reunião: “Não devo pedidos de desculpas a ninguém até porque sempre tratei os trabalhadores com respeito”, acusando posteriormente Anabela Freitas de ter emitido um comunicado que reflete um golpe de “baixa política”, após a autarca o ter acusado de “falsos testemunhos”.

“Enxovalhou os trabalhadores do município e pôs em causa o Congresso da Sopa, um evento importante para a cidade e no qual as pessoas se empenham também devido ao cariz solidário que o mesmo tem”, disse Anabela Freitas.

Pedro Marques concluiu: ” Se depender de mim, a senhora não será presidente nas próximas eleições”.

Houve espaço ainda para a intervenção e Hugo Cristóvão (PS), vice-presidente da autarquia, que lamentou a situação, afirmando que a funcionária em questão foi alertada e também para as palavras de João Tenreiro, do PSD, que referiu que toda a discussão foi despoletada pelo comunicado emitido pela presidente, que devia ter falado com Pedro Marques previamente.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here