Tomarense encontrado morto na Serra de Aire e Candeeiros

0
- Publicidade -
TomarTV

José Andrade, antigo professor da Escola Santa Maria do Olival, estava desaparecido desde sábado.

Foi encontrado esta segunda-feira, pelas 13h30, o corpo de José Andrade, professor da Escola Santa Maria do Olival, que estava desaparecido desde as 15h do passado sábado, na Serra de Aire e Candeeiros.

O professor, de 62 anos, praticava geocaching nesta serra. Dois dias depois, após o alerta dado pela esposa e das várias buscas efetuadas, foi encontrado pelos cães de busca e salvamento da GNR num local de densa vegetação, a cerca de 50 metros onde havia sido visto pela última vez.

O terreno onde o tomarense foi encontrado morto apresenta alguns perigos, designadamente o elevado declive e os algares. No entanto, as causas da morte de ‘Crisóstomo’, como era conhecido, ainda estão por apurar. Sabe-se, porém, que José Andrade tinha muita experiência nesta modalidade.

- Publicidade -

Segundo informação da agência Lusa, as buscas envolveram cerca de “30 operacionais da GNR, Bombeiros, Protecção Civil e do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas”. Vários geocachers apoiaram também as autoridades nas operações de busca.

José Andrade estava reformado há pouco tempo. Foi professor de Educação Física na Escola Santa Maria do Olival durante vários anos.

O Geocaching, ou “caça ao tesouro“, é um desporto ao ar livre no qual se utiliza um receptor de navegação por satélite (GPS) para encontrar uma “cache” (ou caixa) colocada em qualquer local. O objetivo é encontrar essas mesmas caixas. O professor encontrou apenas a primeira caixa do desafio, antes do acidente que ditou a sua morte.

Aos familiares e amigos de José Andrade, a Tomar TV apresenta as mais sentidas condolências.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here